Todos nós temos um pouco deste vídeo. Somos formados por conflitos, formações e transformações. Somos uma metamorofose ambulante, como Raul Seixas já dizia. Não somos apenas uma característica, não somos esteriótipos mal traçados e impostos pela mídia ambulante, nem pensar. Somos livres, somos nós únicos, particulares, privativamente donos de nós mesmos, uma união de desiguais. Acho que é isso que o vídeo francês “Lhome 100 Tetês” – O Homem de Mil Faces” quer dizer…

Mil faces Vídeo